Left Continue navegando
Pedido

Seu carrinho está vazio no momento

Aproveite 5% de desconto com o cupom PRIMEIRACOMPRA

Rolê da Ecobag - Edição Buenos Aires

Oi, pessoal! Tudo bem?

(Para as íntimas: Oi, gatas garotas!!!)


Estamos de volta com mais um rolê da Ecobag e esta edição está muito, mas muito especial, pois, desta vez a rolezeira apaixonada por novas experiências, desbravou nada mais, nada menos que terras argentinas, mais especificamente, as belezas da cidade de Buenos Aires. 

 


Neste post, vamos compartilhar com vocês algumas dicas sobre lugares que visitamos, cafés e restaurantes que conhecemos, mas já vamos adiantando que viver essa experiência nos surpreendeu, e muito, positivamente, foram quatro dias de muitas caminhadas e contemplação de paisagens belíssimas dessa cidade incrível. E claro, a ecobag esteve sempre presente armazenando celulares, álcool em gel, nossa Instax e comprinhas feitas pelo caminho.


Antes de compartilharmos o roteiro dos passeios feitos por nós, uma pausa para dicas super importantes:


  • Confira a previsão do tempo, sabemos que é de praxe verificar a previsão do tempo de modo geral, no dia a dia, mas essa ação é ainda mais importante quando vamos viajar, para que assim, possamos aproveitar ao máximo os passeios. Queremos reforçar essa dica, especialmente se você for para Buenos Aires no inverno, que foi o nosso caso, pegamos dias com temperaturas negativas e levar roupas térmicas na mala fez toda a diferença;
  • Leve roupas e calçados confortáveis, caminhar foi o nosso principal meio de transporte durante todos os dias e temos certeza que isso fez com que conhecêssemos muito mais lugares do que havíamos planejado; 
  • Quer economizar nas passagens aéreas? Então faça como nós e voe de Flybonde, que é uma companhia área de low cost, ou seja, que opera voos com mínimo de serviços de bordo, mas com preços super acessíveis. O voo tem duração de 2 horas com desembarque no Ezeiza Airport - o maior aeroporto de Buenos Aires;
  • Outro ponto bastante importante para destacar é sobre a documentação  necessária para voar para Argentina, principalmente com relação ao COVID. Essa viagem aconteceu em Junho de 2022, logo muita coisa pode ter mudado, mas vale atenção. Para entrar na Argentina em Junho de 2022, além do Passaporte (por ser um país pertencente ao Mercosul também aceita RG com menos de 10 anos de emissão), foi necessária a comprovação das doses (2 no mínimo) de vacina, seguro viagem com cobertura de COVID e uma declaração (Declaración Jurada - preenchida diretamente pelo site https://ddjj.migraciones.gob.ar/app/home.php ). Todos os documentos foram solicitados no check-in no aeroporto, embarque e com os agentes de migração;
  • Antes de irmos para a Argentina pesquisamos bastante sobre possibilidades de transportes para realizar o trajeto de Ezeiza até o hotel, e o resultado foi de informações bastante desencontradas por parte de turistas que haviam passado por lá recentemente, de modo geral, afirmavam que nem sempre Cabify e Táxi funcionam bem, assim sendo, levando em consideração que a distância do aeroporto até o hotel é de 30km e que chegaríamos a noite, decidimos por reservar antecipadamente um transfer diretamente pelo booking, aplicativo este, em que também realizamos a reserva do hotel;
  • Você precisará trocar sua moeda, e para realização de tal, nós indicamos a Western Union que é uma empresa multinacional de processamento e câmbio de moedas. A Argentina possui 2 linhas de cotação de moedas, a normal e a conhecida como Blue, que é uma alternativa mais eficiente para tentar tornar a economia mais atrativa. Em geral, a cotação do peso argentino blue é de 20 a 30% mais eficiente que a cotação oficial.  A Western Union é uma das empresas onde você consegue enviar dinheiro para Argentina pela cotação blue e realizar saques em Buenos Aires e em diversas cidades. Realizamos toda a operação pelo aplicativo da WU e fizemos o saque com todo conforto e segurança em uma das maiores lojas que fica localizada na Av. Córdoba 1591, 1055 CABA. Esse foi primeiro lugar que fomos em Buenos Aires, a dica é chegar cedo, pois os volumes de moeda variam de acordo com a demanda;
  • Nos sentimos bastante seguros em Buenos Aires, em conversa com um taxista ele nos contou que, de fato a região turística recebe bastante policiamento e vigilância por câmeras 24h, todavia, o mesmo não acontece com as regiões periféricas que encontram-se bastante desassistidas. 


A chegada em Buenos Aires foi com muito frio, mas, como dissemos anteriormente, nós estávamos preparados para isso. Os dias que passamos lá foram incríveis, caminhamos por muitas ruas e andamos em média por dia 11km, passeando por pontos turísticos da cidade, cafés e restaurantes. Pois bem, dadas as dicas, chegou a hora de compartilhar com vocês os locais que conhecemos e nós esperamos que gostem.


Onde ficamos


A cidade de Buenos Aires é uma das maiores cidades da América Latina, ficando atrás apenas de São Paulo e Cidade do México, portanto, sugerimos que reserve um tempo para procurar com calma a hospedagem que melhor atende aos seus critérios. 

Os melhores e mais bem recomendados estão nos bairros da Recoleta e os da região de Palermo, pois possuem uma melhor estrutura de hospedagem e lazer, além de serem próximos de muitas atrações turísticas da cidade. Os valores dos hotéis são um pouco mais altos nessa região, mas para nós, que gostamos de segurança e um pouco de conforto, vale muito o investimento. Após os passeios que fizemos, observamos que a região central também parece muito boa para hospedagem, principalmente os hotéis próximos ao Obelisco. 

Ficamos hospedados em Palermo Hollywood, uma das subdivisões de Palermo no Hotel Clássico. 

Palermo Hollywood é um espetáculo, as ruas, a arquitetura européia e os inúmeros restaurantes, bares e os maravilhosos cafés argentinos deixaram nossa viagem ainda mais especial. 

 

Dia 1

El Cisne Cafe. 

Montevideo 1002, CABA


Logo após passarmos na W.U., paramos neste café bistrô de clima agradável no centro de Buenos Aires. Tomamos um café com clássicos alfajores argentinos. O ambiente é aconchegante, e muitos moradores se encontram para conversar. 

 

Passeio caminhando em Palermo Hollywood

Palermo é o maior bairro de Buenos Aires e possui diversas subdivisões, uma delas é conhecida como Palermo Hollywood pois contém muitas produtoras de cinema e estúdios de televisão. 


Todos os nossos dias caminhamos pelas ruas do bairro, que é um verdadeiro colírio para os olhos, contemplando todas as suas nuances, com inúmeras árvores e arquitetura charmosa e aconchegante. Com um misto de residencial e comercial, nos sentimos seguros ao andar pelas quadras. O hotel onde ficamos hospedados fica na rua Costa Rica e todos os nossos passeios começaram por lá. Indo até a Av. Dorrego e subindo até os caminhos do Rosedal, cruzando suas idas e vindas.  

 

 

Rosedal de Palermo

Av. Infanta Isabel, 900 - CABA


São aproximadamente, 18.000 rosas maravilhosamente dispostas no centro do Parque 3 de fevereiro, um dos principais de Buenos Aires. É assim que o Rosedal de Palermo, inaugurado em 1914, recebe milhares de admiradores todos os meses, com destaque para o mês de Julho onde é feita a poda e os seus visitantes podem receber as flores. 

 

Visitamos o Rosedal por 2 dias seguidos, todos para aproveitar bastante todo o carinho o lugar transmite. O perfume que as rosas exalam, cores, a organização e arquitetura impressionam muito! Ficamos encantados e passamos boas horas lá, fotografando e curtindo muito o dia de sol que fazia.

 

 

 

Le Pain Quotidien

Av. Infanta Isabel, 110 - Arco 6 - CABA


O parque 3 de fevereiro ainda reserva grandes surpresas, além do Rosedal e outras atividades, o parque também apresenta os os famosos Arcos del Rosedal, onde ainda hoje, a linha de trem está ativa e operante. 


Os arcos dispõem de diversos cafés e restaurantes muito charmosos e entre o arco 5 e 6 está o Le Pain Quotidien, a famosa rede de cafés fundada em Bruxelas e que atualmente possui mais de 250 restaurantes pelo mundo, inclusive no Brasil. Com menu adaptado para as tradições portenhas e arquitetura adaptada aos arcos, amamos os croissants acompanhados de cafés especiais argentinos (enormes). 

A propósito, particularmente achamos todas as porções muito bem servidas em todos os restaurantes e cafés que visitamos. 


Alcorta Shopping

Jerónimo Salguero 3172, 1425, CABA


Fundado em 1992, o Alcorta Shopping é considerado um dos principais shoppings de Buenos Aires, possui as principais marcas de moda e está perto do MALBA, entre Palermo e Recoleta. 


Saímos andando do Parque 3 de Fevereiro e em menos de 15 minutos chegamos lá, não ficamos impressionados com o que vimos, na verdade, a sensação foi de que para os portenhos os shopping possuem outra perspectiva, muito mais acessória, do que no Brasil, onde é lugar de passeio e lazer em muitas cidades. 


Com lojas como Zara, Nike, Havanna, Diesel, Carrefour, MAC e muitas outras lojas locais, é uma boa saída para uma pausa entre as caminhadas na cidade. 

Freddo

Jerónimo Salguero 3172, 1425, CABA


O café e sorveteria Freddo é mais um daqueles lugares que você tem que visitar em Buenos Aires, existem diversos na cidade, nós paramos no do Alcorta Shopping. Fundado em 1969 no bairro da Recoleta com sorvetes artesanais e mais de 51 sabores, é um clássico. Historicamente é importante para a cidade, mas a rede vem passando por reestruturações para se adaptar aos tempos atuais. 

Cucina Paradiso Senza 

Arévalo 1538, CABA


Finalizamos o primeiro dia em Buenos Aires no restaurante italiano Cucina Paradiso Senza, ele tem uma proposta super intimista, bem estilo tienda, as massas caseiras são expostas e muitos moradores locais compram para retirada. 


Ele é um charme em estilo e uma comida muito saborosa. São poucas mesas dentro do salão e as poucas do lado externo também deixam o ambiente ainda mais com clima romântico, mas cuidado em dias frios. Chegamos cedo e logo lotou no salão. 


É uma opção interessante para quem quer comer uma boa massa genuinamente italiana e caseira.

Dia 2 

Plaza Sicilia

Av. del Libertador, Av. Casares y, Buenos Aires


Começamos o segundo dia após a tradicional caminhada por Palermo e Recoleta visitamos a Plaza Sicília, um parque muito arborizado, repleto de gramados e trilhas. Encontramos muitos moradores locais com seus pets e família. Se você procura ou gosta de lugares para descansar com uma boa sombra e ar puro, vale a dica. 


Jardín Japonés

Av. Casares 3450, C1425EWN C1425EWN, Buenos Aires


Visitar o Jardim Japonês é um encontro íntimo com a cultura e a energia japonesa. Considerado o maior parque estilo japonês fora do Japão, o espaço, que foi construído em 1967 como um presente durante a visita do então Imperador Akihito e sua esposa Michiko, é um daqueles passeios que vale cada segundo.

 

Ficamos no espaço por mais de 2 horas, passeando calmamente entre os caminhos projetados entre os lagos de carpas e ao som de músicas tradicionais japonesas. 


O parque conta com um espaço de exposições e também com um grande restaurante que completa a experiência. Pagamos menos de 500 pesos por pessoa, amamos muito esse passeio.


Ninina Bakery

Av. Pres. Figueroa Alcorta 3415, CABA


O Ninina Bakery foi uma grata surpresa, logo após nossa visita ao Jardim Japonês fomos caminhando até o MALBA (Museu de Arte Latino-Americano de Buenos Aires) e antes de visitar o Museu paramos para almoçar nesse restaurante que fica dentro do MALBA. O Ninina é amplo e interage com o Museu como um lugar para descansar e se alimentar. 

Com certeza, se você vai visitar o MALBA, reserve um tempinho para aproveitar tudo de bom que o Ninina pode oferecer. 

O prato escolhido por nós foi Risoto de Funghi e estava uma delícia.

Entre o Jardim Japonês e o Malba, sim, um caminho encantado:

Museu de Arte Latino-americano de Buenos Aires

Av. Pres. Figueroa Alcorta 3415, CABA


O MALBA é um dos mais importantes museus de artes de Buenos Aires e abriga mais de 400 obras, localizado no bairro de Palermo, a coleção impressiona (Frida Kahlo, Tarsila do Amaral, Jorge de la Vega, entre outros), além de uma arquitetura incrível. 

 

Visitamos o MALBA na sexta-feira a tarde, ele não estava lotado, mas provavelmente em finais de semana deve ficar bem cheio, então a melhor dica para aproveitar o espaço é chegar com antecedência. Compramos nossas entradas no guichê presencial, tudo bem rápido e descomplicado. 

Ficamos muito felizes por revermos de pertinho Frida, Tarsila, além da oportunidade de conhecermos artistas argentinos, tais como, Antônio Berni e Eugênia Crenovich.

Floralis Genérica

Av. Pres. Figueroa Alcorta 3415, CABA


Seguindo em frente, mas na mesma avenida, aproximadamente 15 minutos depois chegamos à praça Naciones Unidas, pertencente à Faculdade de Direito de Buenos Aires e sua Floralis Genérica. 


Com 20 metros de altura, 18 toneladas e com movimentos que recolhem suas pétalas ao pôr do sol a partir de sensores fotoelétricos. Inaugurada em 2002, é uma incrível obra mecânica que, segundo o criador Eduardo Catalano, representa a força de todas as flores.

 

Faculd Derecho

Av. Pres. Figueroa Alcorta 2263, C1425 CABA


Logo ao lado visitamos o prédio da Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires. Um prédio icônico, fundado em 1821 e que atualmente abriga as principais matérias e atividades da referida Faculdade. Não entramos no prédio, mas apenas por passar próximo e conseguir tirar algumas fotos já é o bastante para se impressionar com toda a grandiosa estrutura.

Museu Nacional de Belas Artes

Av. del Libertador 1473, CABA



Mais alguns minutos caminhando e chegamos ao Museu Nacional de Belas Artes, onde atualmente conta com um acervo de mais de 12 mil obras de arte. Foi inaugurado em 1896, mas sua atual sede (a que visitamos, é datata de 1933). Uma curiosidade sobre o local é que antigamente ele era o principal depósito e estação de bombas da capital portenha.

Ficamos apaixonados pelo que vimos, principalmente pelo vasto acervo de obras de tantos artistas diversos. Ele possui entrada gratuita para todos os visitantes. 

La Panera Rosa - Recoleta

Pres. Manuel Quintana 595, CABA


La Panera Rosa é um pequeno grupo de restaurantes nascido em 2013 em Buenos Aires com cafés da manhã e lanches esteticamente lindos e deliciosos. Com 8 unidades espalhadas por Buenos Aires, o restaurante possuí uma arquitetura linda, toda inspirada em tons rosa. 


Tinhamos acabado de andar mais de 3 horas e estávamos morrendo de fome, o que fez com que pedíssemos a famosa torre com tortas doces e salgadas. Um arraso. Demoramos um pouco para terminar, mas estava maravilhosa, e como todo restaurante em Buenos Aires super bem servido e com atendimento super prestativo. 

El Ateneo Grand Splendid

Av. Santa Fe 1860, C1123 CABA, Argentina


Para terminar o segundo dia de nossa viagem visitamos o El Ateneo Grand Splendid, a segunda maior livraria mais importante do mundo, escolhida pelo The Garden. 


A sensação de visitar o El Ateneo é incrível, construído dentro do histórico cinema e museu, está localizado no coração da Recoleta. No palco um lindo café e pelas salas, os inumeráveis livros do mundo todo. O Teatro que também já foi Cinema foi construído em 1919 e é aberto ao público. 


Valeu cada segundo da visita, nós fomos já era quase 21h e ainda tinha bastante movimento, o que deixa o alerta, chegue cedo, caso queira aproveitar o café. 


Dia 3 

Pottery Coffee & Deli

Gorriti 5737, C1414 BKG, CABA


Começamos o terceiro dia em Buenos Aires com muito frio (entre 0 e 3 graus) e fomos passear em Palermo como já de costume. Já tínhamos nos organizado para conhecer o Pottery Coffee & Deli, pois havíamos nos apaixonado por ele só de passar na frente, mas mal sabíamos o que estava por vir. 

 

Mesmo após 3 dias em terras portenhas ainda não havíamos nos acostumado com as super porções e decidimos pedir um desayuno completo com direito a uma super fatia de bolo Rainbow super lindo e gostoso. As porções eram enormes!!!!

Passamos algum tempo lá até degustando todas essas delícias, vale destacar que, o clima do ambiente e o atendimento deixam tudo ainda mais encantador.   

Ao lado da Pottery funciona um lindo ateliê de cerâmicas com cursos ministrados pelo artista Nicolas Pottery. Vale muito a visita. 

Jardim Botânico de Buenos Aires

C1425 CABA


Depois de um incrível desayuno só nos restou caminhar. E assim fizemos, fomos caminhando até a região do Jardim Botânico, lugar onde passamos alguns momentos e tiramos mais fotos lindas. 

 

Organizado por coleções de árvores e plantas que representam os continentes da Terra, a visita é um passeio em meio a árvores de inúmeras espécies com tons e cheiros únicos. Lá você  também encontra os Jardins Romano e Francês. O passeio é gratuito e você pode aproveitar para relaxar com a família e se desconectar dos prédios e carros que passam logo ali ao lado. 


De responsabilidade da Secretaria de Ambiente de Buenos Aires, o Jardim botânico possui 2 hectares e foi declarado Monumento Nacional pelo caráter cultura e natural em 1996. 

Ecoparque Buenos Aires

Av. Sarmiento 2601 - CABA


Ao lado do Jardim Botânico visitamos o Ecoparque Buenos Aires. Um espaço que sediou de 1888 até 2016 o antigo Zoológico da cidade agora virou um super ambiente interativo com diversos animais, árvores, arbustos etc. 

O Ecoparque ainda está em reforma e o projeto final espera entregar ainda mais aos moradores da região de Palermo. Visitamos o parque pela manhã em um sábado e estava relativamente cheio, nada que atrapalhasse nossa caminhada. Entramos pela Plaza Itália e saimos pela Av. Del Libertador explorando cada pedacinho dessa maravilha. Atualmente as visitas são de terça até domingo das 10h até às 17h com entrada gratuita. 

Plaza Italia

C1425 CABA


Entre o Jardim Botanico e o Ecoparque encontra-se a Plaza Italia, a famosa e mais conhecida de Palermo, com a sua estátua de Giuseppe Garibaldi e construção em 1898 foi a primeira estação de partida do trem eletrico da cidade de Buenos Aires. 


É uma praça bem preservada e ponto para muitos encontros, pois está localizada em uma posição muito favorável para quem está visitando a cidade. 

Teatro Colón

Cerrito 628, C1010 CABA


Saímos de Parlemo em direção ao centro da cidade. Logo na primeira parada caminhamos pelas redondezas do Teatro Colón, considerando internacionalmente como um dos melhores edifícios para ópera do mundo. 

 

Apenas passeamos por fora e já ficamos impressionados com os detalhes da construção que foi inaugurada em 1908. Um símbolo da cidade possui arquitetura eclética e mais de 58.000 metros quadrados. Ele realmente é lindo e ficamos com muita vontade de fazer alguma visita guiada, ou assistir um espetáculo em outra oportunidade.

Obelisco

Av. 9 de Julio s/n, C1043 CABA


Seguimos caminhando, agora em direção ao Obelisco de Buenos Aires, que fica apenas 350 metros do Teatro Colón pela Av. 9 de Julho. O histórico obelisco feito de pedra branca de Córdoba e inaugurado em 1936, é um ponto de encontro popular e local imperdível para aquela tradicional foto da cidade. 

 

Ele realmente impressiona pelos seus 67 metros de altura e foi construído em comemoração ao centenário de Buenos Aires, localizado bem no centro do coração da cidade.


Plaza de Mayo


Caminhamos aproximadamente mais 15 minutos até chegarmos na famosa Plaza de Mayo. Segundo o site do governo Argentino é a mais antiga de Buenos Aires e cenário de quase todos os importantes acontecimentos políticos da história do país. 


Foi ao redor desta praça que a cidade foi crescendo, começando como uma singela aldeia até se converter no centro político da Argentina. 


Ao redor desta linda e muito bem conservada praça estão vários edifícios históricos que podem ser admirados pelos bancos disponíveis dela, tais como: Catedral Metropolitana, Casa Rosada e o Palácio do Governo da Cidade de Buenos Aires, além de bancos e outros edifícios. 

 

Vale muito a visita, principalmente pois, ao final dela você encontra a majestosa Casa Rosada, sede do governo Argentino. Uma curiosidade sobre a Plaza de Mayo é que durante muito tempo ela foi sede de corridas de touros. 

Casa Rosada

Balcarce 50, C1064 CABA


Passeamos em frente a Casa Rosada, sede do governo argentino por alguns minutos. Não conseguimos tirar muitas fotos pois o local está sempre com muitas pessoas. Afinal, é um dos principais pontos turísticos da cidade. 


A Casa Rosada que foi construída entre 1882 até 1898 tem esse nome pois um de seus governantes o presidente Domingo Faustino Sarmiento mandou pintar com gordura de vaca e cal as paredes do palácio, deixando-o com essa tonalidade. 


Outra curiosidade é que em 1937 o presidente Agustín Pedro Justo iniciou um plano de demolição para que a Plaza de Mayo passasse a ter uma perspectiva para o Porto Madeiro, até conseguiram demolir 17 metros da Ala Sul, mas a obra foi paralisada quando em 1938 tornou-se presidente Roberto Ortiz. 

Mafalda, Susanita y Manolito - Paseo de la Historieta

Defensa 700, C1065AAL CABA


Saímos da Casa Rosada em direção ao Sul da cidade pela Rua Defensa até chegarmos no cruzamento com a Av. Chile onde encontramos nessa bela esquina os personagens de tirinhas mais famosos da Argetina. Lá estão Malfada, Susanita e Manolito, sentados esperando a visita de quem passar por lá. 

A esquina é uma graça, muito próxima ao Mercado San Telmo e com várias lojinhas para comprar aquelas lembranças de viagem que amamos. 


A propósito, Mafalda e sua turma foram escritos e desenhados pelo ilustre cartunista Quito e inicialmente foi criada em 1963 para uma propaganda de eletrodomesticos Mansfield e que acabou virando sucesso nacional e reconhecida pelo mundo todo, simbolo da cidade portenha. 

Mercado San Telmo

Bolívar 970, C1066AAT, C1066AAT CABA


Na sequência, andando um pouco mais na rua Defensa chegamos até o famoso Mercado de San Telmo, muito parecido com os nossos mercados públicos brasileiros. Ele é um espaço plural, com muita diversidade gastronômica, variedade de frutas, legumes, verduras e temperos, produtos artesanais, antiguidades, ou seja, muitos artigos próprios da cultura argentina em um só lugar. 


Localizado no bairro de San Telmo, o mercado abre de domingo a segunda e está em funcionamento desde Fevereiro de 1897. 

EL Hornero (de San Telmo)

Dentro do Mercado de San Telmo visitamos o El Hornero e suas tradicionais empanadas argentinas e pessoal, realmente elas são incríveis. Experimentamos algumas e amamos, comemos ali mesmo, na bancada do restaurante que prepara inúmeras empadas argentinas simultaneamente. 

Muitas pessoas, principalmente moradores, passam e levam para suas casas caixas de empanadas para um jantar em família, lanche da tarde etc. 

Super amamos e com certeza deve ser parada obrigatória para você experimentar uma clássica e famosa empanada argentina. 


Dulce de Leche & Co. Mercado de San Telmo

Se você gosta de Doce de Leite e derivados, você deve visitar a DDL&CO do Mercado San Telmo, é incrivelmente cheirosa e deliciosa, com inúmeras opções de produtos derivados do doce de leite argentino, entre eles, doce de leite em pote, bala, alfajor etc. 


Garantimos a nossa caixa de Alfajor e nosso Doce de Leite sem pestanejar. A loja tem muitas opções de presentes e também para consumo, os preços são justos pela qualidade do produto, que é alta. 

Fonda

O Fonda foi uma surpresa boa, entre uma esquina e outra do Mercado San Telmo, paramos no Fonda para complementar o lanchinho com as empanadas. Garantimos uma porção de batata frita que amamos. Com decoração bem estilo cantina italiana é uma ótima opção para almoço ou até um lanche.

Siamo nel Forno

Costa Rica 5886, C1414BTJ CABA


Após um longo dia caminhando pela cidade de Buenos Aires, a noite escolhemos jantar em uma pizzaria argentina. Elas são famosas por manterem as tradições das pizzas napolitanas clássicas. 

A escolhida foi a Siamo nel Forno, pertinho do nosso hotel. Fomos muito bem recebidos e atendidos, pedimos 2 pizzas napolitanas e um vinho de Mendonza e a experiencia foi muito boa. As pizzas realmente seguem o padrão napolitano e o clima do ambiente deixa tudo mais especial. 

Além de que o preço foi super acessível, nosso jantar completo não deu mais do que 5000 pesos argentinos, algo em torno de R$100,00 cotação blue/junho 2022. 

Chocorisimo Palermo Hollywood

Humboldt 1906, C1414 CABA


Depois da pizza vem a sobremesa, assim sendo, paramos no Chocorisimo para experimentar os deliciosos picolés especiais. Provamos o de Oreo e amamos. Mas amamos tanto que antes de irmos embora repetimos a dose. 

 

A Chocorisimo é um misto de sorveteria com café, com clima aconchegante e descontraído. Dita por muitos como a melhor sorveteria de Buenos Aires. E realmente é uma maravilha. 

La Dorita

Humboldt 1892, C1414 CABA, Argentina


E para fechar a noite visitamos o La Dorita, foi uma passada rápida apenas para conhecer o local, que estava muito movimentado, com música ao vivo e clima animado. Mas não passamos em branco, provamos as fritas deles e amamos. 


Foi realmente uma visita muito rápida, mas gostamos, certeza que se voltarmos um dia em Buenos Aires, vamos invistir um tempo nesse local muito legal. 

Dia 4

Kira Café

Costa Rica 5685, CABA 


Nosso último dia em Buenos Aires começou com a despedida de Palermo, e adivinhe só o que fizemos? Sim! caminhamos, tiramos fotos e fizemos vídeos… e para celebrar a vida e tudo que essa viagem nos trouxe de bom finalizamos com um café da manhã incrível com medayunas no Kira Café

Curtimos nossos últimos momentos lá com muita boa energia e alegria. 


Povo Bloom, este foi mais um Rolê da Ecobag, nós amamos muito viver essa nova experiência, Buenos Aires nos encantou muito com suas cores, aromas e sabores, e somos muito gratos pelos dias felizes que ela nos proporcionou. Queremos muito voltar com um pouco mais de tempo para revisitar alguns lugares e conhecer outros que estavam na nossa lista, mas que dessa vez não deu tempo de ir. Esperamos que vocês tenham gostado das nossas dicas :)

Aliás, deixa um comentário contando o que mais vocês gostaram desse super rolê, se pretendem conhecer Buenos Aires, ou se já conheceram, como foi sua experiência por lá!


Até a próxima!

Beijão, Na e Gui.

Guilherme Ramos

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados